O pequenino Mundo do videomaker Jonas Ginter

Nos dias de hoje com a tecnologia cada vez mais acessível, entusiastas podem adquirir um excelente equipamento profissional de foto ou vídeo por preços bem vantajosos. Mas ter um equipamento de última geração na mão não garante uma excelente produção. Graças a esta acessibilidade e a sua criatividade, Jonas Ginter pode adquirir 6 mini câmeras Go Pro de altíssima definição e de fácil mobilidade e criar o seu pequeno mundo.

Leia mais!

Vídeos de dar água na boca!

É sempre bacana quando vemos um vídeo interessante na web. Mas é melhor ainda quando o vídeo é de dar água na boca! É exatamente essa a sensação que temos ao ver algum dos filmes criados pela Agência Proximity BBPO de Paris para a marca francesa de café Carte Noire.

Leia mais!

A relação do consumidor brasileiro com a publicidade e o vídeo

Um estudo recente aponta que a publicidade é a maior fonte de informações para o brasileiro, quando ele pretende investir na compra.

A pesquisa “The new realities of marketing” foi feita em 2013 pelo grupo Interpublic, dono de algumas das agências mais importantes do mundo e constatou que o valor que o brasileiro dá à publicidade é até maior que em outros mercados importantes, como nos EUA por exemplo, no qual a publicidade aparece somente no 5° lugar como fonte de informação determinante para a compra.

Leia mais!

As produções autorais e as novas oportunidades na TV

O mercado audiovisual movimenta muitas pessoas e produções de muitos gêneros, com grandes e pequenos orçamentos e muita criatividade. Em meio às produções comerciais existem sempre muitas produções com características autorais, especialmente os curtas metragens. Muitos diretores criam trabalhos fantásticos com pequenos orçamentos e algumas produções conquistam grande reconhecimento.

Leia mais!

A popularidade dos comerciais do Super Bowl 2014

Há muitos anos, o marketing esportivo é uma ferramenta de sucesso para as marcas associarem conceitos e desejos aos seus fãs. Grandes eventos, como a Copa do Mundo e a Olimpíadas, recebem muitos patrocínios que encabeçam uma série de ações publicitárias.

Leia mais!

Assista o incrível curta produzido com quadros renascentistas animados

Os quadros renascentistas apresentam uma realidade absurda de detalhes e contam com cenas do cotidiano e imaginário da época de tal forma que, mesmo sendo estáticos, que seus personagens estão vivos. Como eles seriam se fossem animados? Foi o que o Diretor e Animador italiano Rino Stefano Tagliafierro quis explorar em seu mais novo curta “Beauty”.

Leia mais!

Manipulação das imagens digitais – quando usar?

Você dá deve ter ouvido falar desta ou daquela celebridade que ficou sem umbigo na capa da revista, ou teve alguma parte do corpo parecendo irreal numa campanha publicitária. São os chamados “Photoshop fail”, ou simplificando: erros de manipulação de imagens no Photoshop.

Leia mais!

MAQUINNA criou o vídeo institucional para o Teatro MuBE Nova Cultural

A Maquinna foi a produtora escolhida para a criação do vídeo institucional do novo espaço cultural da cidade de SP, o Teatro MuBE Nova Cultural, que fica localizado no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura, no Jd. Europa.

Leia mais!

Como traduzir emoções e sentimentos em 30 segundos? Vídeo publicitário!

É indiscutível o poder exercido pela publicidade e a revolução que ela causou no consumo. Porém a influência que os comerciais, (especialmente o vídeo publicitário produzido para TV) exercem nas pessoas vai muito além da compra, e brinca com os mais fortes desejos dos consumidores.

Leia mais!

“Uma história de Amor e Fúria”, um filme de Luiz Bolognesi

Uma História de Amor e Fúria é fruto do desejo e prazer pelo o que se faz, acreditar nas possibilidades e no talento dos profissionais envolvidos. Na última quarta feira estivemos na exibição do longa metragem em animação no Shopping Frei Caneca. Logo após houve uma conversa com a platéia com o roteirista e diretor do filme, Luiz Bolognesi, o produtor Caio Gullane e o historiador Dr. Pedro Puntoni. A MAQUINNA teve o privilégio de participar deste momento em que consideramos histórico para o cinema brasileiro. Veja por quê.

Leia mais!